Manual de Gestão e Prática em Saúde Ocupacional

Código: 53
Ops! Esse produto encontra-se indisponível.
Deixe seu e-mail que avisaremos quando chegar.

Entender a legislação que regulamenta a relação entre condições de trabalho e saúde dos trabalhadores, por sua própria característica impositiva e seu estilo burocrático, nem sempre é de fácil compreensão para os médicos e em especial aqueles que desejam enveredar pela especialidade de médico do trabalho. Para entendê-la é preciso desmistificá-la dos clichês que a transformaram numa espécie de "fantasma" que atemoriza aqueles profissionais que no exercício de suas atividades tenham que se defrontar com o emaranhado de leis, normas, regulamentos, instruções normativas e outras formas de instrumentos legais que fazem parte do campo do direito trabalhista, previdenciário e da saúde pública. As raízes desses inconvenientes estão fincadas no panorama de hiper-regulamentação que assola a área. Os Ministérios (Trabalho e Emprego, Saúde, Previdência), Órgãos de Classe, e mesmo Sindicatos Patronais e de Trabalhadores se acotovelam para emitir diretrizes, critérios, etc., muitos deles com evidentes erros técnico-científicos que se perpetuam. Alguns se apaixonaram pelo potencial conflitivo das doenças ocupacionais reais e nem tanto e se prestam a fazer denúncias e exercer pressão, obtendo ganhos secundários e visibilidade política para os seus protagonistas. Os experientes e competentes médicos do trabalho, organizadores deste vade-mécum conseguiram de modo objetivo a proeza de separar o útil do inútil e apresentar, em linguagem simples e compreensiva, um trabalho palatável e proveitoso ao exercício real e legal da medicina em suas relações com as realidades do mundo do trabalho. Acredito que após a leitura deste livro, uma prazerosa viagem científica e técnica em defesa da saúde do trabalhador, e pela maneira ordenada como são apresentados os seus temas e suas criticas, haverá uma conseqüência positiva e lógica especialmente para os médicos do trabalho, que não mais se sentirão intimidados ou em posição defensiva procurando justificar e documentar a boa fé de seu atendimento, uma vez que se sentirão apoiados naquilo que a legislação tem de positivo e atualizado. Cabe ainda destacar as orientações preconizadas sobre gestão em medicina do trabalho que são fatores fundamentais para a integração ética do médico do trabalho junto aos trabalhadores como importante elemento na humanização e valorização da pessoa (o SER HUMANO) nas empresas. O exemplo dado pelos autores ao sintetizarem de maneira agradável, com impecável clareza os importantes temas do livro, vai servir de modelo e estimulo para que outros colegas se sintam encorajados a escrever suas experiências e a enriquecer esse campo do conhecimento tão carente de literatura séria e especializada. Meus parabéns aos autores e que este livro seja de muita utilidade para todos os profissionais incluindo os não médicos que labutam em prol da manutenção da saúde das pessoas em seu trabalho. SOBRE O AUTOR: EDDY BENSOUSSAN - Médico do Trabalho. Coordenador da Câmara Técnica de Medicina do Trabalho e Saúde do Trabalho e Saúde do Trabalhador do CREMERJ. SERGIO ALBIERI - Professor assistente da Faculdade de Ciências Médicas - UERJ. Conselheiro do CREMERJ - Responsável pela Câmara Técnica de Medicina do Trabalho e Saúde do Trabalhador. SILVIA REGINA FERNANDES MATHEUS - Médica do Trabalho. Perita Médica da Previdência Social. Conselheira da Associação Brasileira de Medicina do Trabalho.

Produtos relacionados

Pague com
  • PayPal
  • Boleto Bancário
Selos

LMJ MUNDO JURÍDICO LIVRARIA LTDA - CNPJ: 07.754.994/0001-80 © Todos os direitos reservados. 2017

Design por Integrando.se